Como ser mais criativo para escrever? Confira dicas práticas

A energia criativa está ao alcance de todos os que ousam experimentá-la. Para ser mais criativo para escrever, basta um pouco de coragem, presença e persistência.

Não são poucos aqueles que encaram a criatividade como um ato místico, uma experiência espiritual. 

Essa posição quase inalcançável da energia criativa impede que diversas pessoas atinjam grandes potenciais em suas vidas, pois elas não conseguem ter confiança na própria criatividade.

Entretanto, ao contrário desses pensamentos, a criatividade pode sim ser alcançada por todos os seres humanos, basta apenas prática e um pouco de esforço.

Segundo um artigo da revista Estudos de Psicologia:

“A criatividade precisa ser exercitada com persistência, existindo para isso técnicas e estratégias de pensamento que auxiliam no desenvolvimento do potencial criativo.”

Neste artigo, você vai conferir 7 dicas de como ser mais criativo para escrever. Vem comigo?

7 dicas de como ser mais criativo para escrever

Seja para escrever um romance, um artigo, um conto ou poema, muitas vezes encaramos a página em branco com verdadeiro pavor ao pensar “o que vem agora?”.

Porém, como para tantas outras coisas na vida, quanto mais exercitamos a criatividade, mais acessível ela fica.

Confira agora 7 dicas para desenvolver o seu potencial, e ser mais criativo para escrever.

1. Seja presente

Nós passamos a maior parte de nossas vidas como autômatos: acorda, toma café, escova os dentes, vai trabalhar, faz um lanche, dorme. 

Em nossas atividades rotineiras, nosso cérebro entra no “modo automático”, e mal percebemos caso haja alguma coisa diferente ao nosso lado.

Esse modo de ação paralisa a mente, anestesia os sentidos para o novo. Por exemplo, em seu caminho para casa, quantas vezes já parou para olhar atentamente sua rua?

Quantas vezes já reparou algum detalhe, uma flor, uma nova pintura em uma das casas?  

Para ser mais criativo, precisamos nos manter presentes, atentos, vivendo nossos dias não como robôs, mas como pessoas.

Ao desligar o “piloto automático”, você para de se preocupar com o futuro ou passado, e sua presença, sua atenção plena ao cotidiano, certamente fará maravilhas por sua criatividade e saúde mental.

2. Leia com atenção aos detalhes

Quando pensamos em melhorar a escrita, a primeira alternativa óbvia é ler mais. Isso, com toda a certeza, é indispensável para o desenvolvimento do escritor.

No entanto, existe uma forma de ler que pode ser ainda mais eficaz para melhorar sua escrita e libertar sua criatividade, que é a leitura atenta. 

Deparei-me com esta ideia no livro Para ler como um escritor de Francine Prose, no qual um dos primeiros conselhos é: leia atentamente. Segundo a própria autora:

“Leio minuciosamente, palavra por palavra, frase por frase, ponderando cada aparentemente mínima decisão tomada pelo escritor.”

Ler de maneira atenta faz com que absorvamos as decisões daquele escritor, assim, podemos analisá-lo, levantar pontos interessantes, tirar inspiração para nossas próprias histórias.

Ao fazer uma leitura atenta, você consegue explorar estilos, construções de personagens, conexão de ideias e conceitos.

Essa dica foi retirada de um ótimo livro sobre a escrita, e é por isso que sempre recomendo o estudo para todos os escritores. Saiba mais sobre a importância do estudo para sua escrita:

3. Viva novas experiências

Qual foi a última vez que você fez algo novo?

A criatividade se excita com novidades. Para liberar seu potencial criativo, é preciso ser um pouco curioso, inquieto, faminto por experiências.

E não pense que essas experiências precisam ser grandiosas, como passar férias em outro país ou pular de asa delta… 

Na verdade, embora essas também possam, com toda a certeza, contribuir, não precisamos ir tão longe (que bom!).

Uma nova experiência pode ser pegar um novo caminho, comer uma comida diferente, ouvir um gênero musical que não é familiar, acordar mais cedo. 

Pequenas ações como essas podem libertar a sua presença, e te tirar do modo automático tão prejudicial para o potencial criativo.

Viva algo novo. Se possível todos os dias, se não todas as semanas. A enxurrada de emoções diferentes fará com que as palavras fluam, pois você terá muito a compartilhar.

4. Passe mais tempo consigo mesmo

Quanto tempo você dedica a si mesmo?

Por mais que essa pergunta pareça ridícula, o tempo para si mesmo a que me refiro não é quando você vai ao banheiro ou está tomando banho. 

Tempo para si mesmo é separar um espaço de sua agenda para curtir com… Você, seja tomando uma bebida gostosa, comendo em algum lugar diferente, ou apenas vendo um filme de seu agrado.

Esse tipo de atitude fortalece nossa relação intrapessoal, faz com que cultivemos um relacionamento saudável conosco. 

Por isso, melhora nossa autoestima e confiança, duas coisas com um poder incrível de fazer a criatividade florescer. 

5. Mexa seu corpo

Você pratica alguma atividade física regularmente? Cuida do seu corpo para que ele sempre esteja em harmonia?

O corpo e a mente estão sempre conversando: entidades complexas, cujas necessidades sempre esbarram uma na outra. 

Ao cuidar bem do seu corpo, você cuida de seu receptáculo, seu canal criativo. É por meio dele que somos capazes de exercer nossas habilidades, de contar nossas histórias

Então por que às vezes relutamos tanto em dedicar um tempo para cuidar de nossa saúde?

E agora, talvez você esteja torcendo o nariz e dizendo que não gosta de ir na academia, mas tudo bem, porque você pode cuidar de seu corpo de centenas de outras maneiras.

Dança, yoga, luta, corrida, natação, bicicleta, corda, alongamento, trilhas… Todas essas práticas podem fazer milagres por seu corpo e espírito criativo. 

Além do mais, com o banho de endorfina – hormônio do prazer e bem-estar – liberado durante a prática, você pode ter inspirações incríveis para suas histórias.

Assim, escolha o que seja mais prazeroso e comece já! 😀 

6. Mantenha contato com a natureza

Você procura criar condições para manter um contato com a natureza? Consegue cultivar tempo de qualidade ao ar livre?

A natureza tem um poder revigorante, faz com que fiquemos mais calmos, reencontremos nosso centro. 

A força criativa pode ser encontrada por todos, e ela é, essencialmente, uma força da natureza, algo que conecta todas as coisas existentes em nossa realidade.

Ao passar mais tempo em contato com a natureza, você renova suas energias, invoca novas forças, quebra a rotina às vezes cheia de concreto e cinza. 

Sempre que possível, favoreça esses encontros… Mesmo um passeio no parque pode ajudar. 🙂

7. Seja mais otimista

Sim, é fato que muitas vezes criamos com raiva, rancor, para expurgar esses sentimentos de nosso ser.

Porém, essa visão às vezes deturpa a vida de criadores, como se eles precisassem estar tristes ou desesperados para escrever um livro emocionante, ou um conto inteligente.

O pessimismo e a tristeza são, de certo modo, até romantizados entre os escritores. Como naquele trecho de Fernando Pessoa:

“O poeta é um fingidor,

finge tão completamente 

que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente”

De todo modo, a criatividade também floresce na alegria, no otimismo, estados de espírito que fazem bem para a alma, que fornecem mais energia para criar.

mais criativo para escrever

Obviamente que, se você for um escritor de drama e terror, talvez tenha de invocar sentimentos como rancor, ódio, sofrimento, o que não significa que você tenha de ser assim na vida real.

Cabe a você vivenciar seu processo criativo da melhor forma, mas o otimismo lhe dará armas poderosas para lidar com eventuais frustrações de nosso ofício.

Espero que você tenha gostado destas dicas e que elas te ajudem a ser mais criativo para escrever!

Alguma outra dica boa para compartilhar conosco? Deixe seu comentário e vamos interagir <3

Grande abraço.

Deixe um comentário